Kamol Hospital

Masculino para Feminino @ Kamol Hospital


Cirurgia de Feminização de Voz



Laringoplastia Aberta de Feminização, Aproximação Cricotireóidea (CTA), Tireoplastia tipo IV

 

          O objetivo da cirurgia de feminização da voz é aumentar a frequência fundamental e ressonante do trato vocal em mulheres e homens trans. Existem algumas diferenças entre tom, voz e fala. As cordas vocais são como um gerador de som e o tom individual depende da frequência da vibração das cordas vocais. O tamanho e a forma de nossas gargantas, boca, nariz e seios nasais dão as diferenças de voz. O movimento dos lábios, dentes e língua transformam a voz em palavras e frases que chamamos de fala. A fala é controlada pelo cérebro para expressar sentimentos, pensamentos, emoções etc. Portanto, a prática da fala é muito importante para um resultado cirúrgico da voz bem-sucedido e um discurso confortável. É por isso que a prática da fala só pode ser ensinada por um fonoaudiólogo experiente. 

 

Pré-operatório

          Parer de fumar pelo menos 2 semanas antes da cirurgia. Antes de qualquer cirurgia de tireoplastia, é realizado um estudo videolaringoestroboscópico e espectro-acústico da voz em cada paciente, a fim de planejar melhor a cirurgia e avaliar os resultados pós-cirúrgicos. O exame dura uma hora, incluindo a discussão do procedimento, alternativas de tratamento, riscos, perguntas e respostas. Após a primeira avaliação, o paciente passará uma hora, 2 ou 3 vezes por semana, com a fonoaudióloga para reeducar a voz em sua fala natural.

 

Figura 1 Cricotiroide Figura 2   Trato Vocal 

Figura 3 Cordas Vocais

 

 

Técnica Cirúrgica:

          O objetivo desta operação é aproximar cirurgicamente a cartilagem tireoidiana da cricoide, com pontos não absorvíveis, para que as cordas vocais não sejam tocadas, mas passivamente esticadas. Os resultados deste procedimento aumentam a intensidade vocal estimulando a contração do músculo cricotireóideo com a sutura. Aumenta a distância entre os anexos das pregas vocais e aumenta a tensão da prega vocal. A cartilagem cricoide e a tireoide são aproximadas o mais próximo possível, porque é inevitável a reversão pós-operação para proteger uma parte inferior. A frequência fundamental da voz para se elevar perceptivamente sobrepõe-se a da mulher cisgênera. A operação é realizada sob anestesia geral. O tempo de duração é de cerca de 40 a 50 minutos e a redução cirúrgica do pomo de Adão pode ser realizada ao mesmo tempo. Geralmente, o paciente não sente dor pós-operatória; no entanto, a dor pode ocorrer se a cirurgia do pomo de Adão for realizada. De qualquer forma, a dor é leve e perfeitamente controlável com analgésicos.

          Uma cicatriz de incisão transversal é feita e existe pregas na pele, se possível no nível do ponto médio vertical da cartilagem tireoidiana na garganta, que é uma pequena abertura cirúrgica, em torno de 2 cm, deixando uma cicatriz quase invisível

 

Figura 4  Cordas vocais antes e depois

 

Vantagens

  • Este procedimento não interfere ou cria cicatrizes nas cordas vocais, o que pode levar a rouquidão permanente
  • Teoricamente reversível se o paciente estiver insatisfeito
  • A redução cirúrgica do pomo de Adão pode ser realizada ao mesmo tempo 

Desvantagens

  • Requer incisão no pescoço
  • Resultados a longo prazo são inconsistentes 

 

Cuidados no pós-operatório

- Dia 1 a 7: silêncio absoluto até o primeiro acompanhamento. Não há restrições de alimentos e bebidas.
- Dia 3 a 7: Hidrate as cordas vocais bebendo água suficiente, nebulize com uma solução salina esterilizada. 
- Dia 8 a 10: Após o período de repouso vocal, um novo estudo videolaringoestroboscópico e espectro-acústico é realizado, os pontos externos são removidos, o curativo é realizado e a reabilitação fonoaudiológica pode começar. 

 

          A fonoaudióloga ensinará aos pacientes como usar sua nova voz da melhor maneira possível. O resultado final será observado entre o terceiro e o oitavo mês após a cirurgia. Por esse motivo, recomenda-se o acompanhamento no terceiro, sexto, décimo segundo mês, após a cirurgia. 

 

Nota: A equipe cirúrgica se reserva o direito de avaliar a viabilidade caso a caso, se o próximo paciente já tiver sido submetido à cirurgia de mudança de voz usando uma técnica diferente e não estiver satisfeito com o resultado da sua voz.

Para evitar o refluxo ácido, é altamente recomendável evitar cafeína, chocolate, menta, alimentos gordurosos, alimentos ácidos, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

Trabalho e atividade: uma semana de folga é suficiente desde que seja possível seguir as restrições de voz. São necessárias duas semanas de folga do trabalho se for necessário o uso da voz. 

 

Cirurgia de Masculinização da Voz para Homens Trans:

          Esse tipo de cirurgia é realizado se o paciente não estiver satisfeito com a voz, apesar do uso da hormonoterapia masculina que, diferentemente da feminina, diminui a frequência fundamental da voz.

Antes da cirurgia, é realizado um estudo videolaringostroboscópico e espectro-acústico preciso da voz para destacar sua real frequência fundamental e planejar a melhor operação de acordo com as necessidades do paciente.

          Neste caso, a intervenção cirúrgica consiste em um aumento da massa das placas vocais através de uma injeção intracordas de material biocompatível (de gordura autóloga a hidroxil-apatita, dependendo dos casos) para aumentar a massa das cordas vocais, seguindo uma diminuição da frequência fundamental da voz, conforme desejado pelo paciente. A operação é realizada sob anestesia geral e sua duração é de 20 a 30 minutos. O paciente geralmente não sente dor após a cirurgia e a alimentação não tem limitações.

          Após a cirurgia, há um período obrigatório de silêncio de cerca de dois dias. Um novo estudo videolaringostroboscópico e espectro-acústico é realizado para avaliar a nova frequência fundamental e, posteriormente, o paciente pode começar a falar novamente, sempre com a ajuda do fonoaudiólogo.

          Como de costume, apenas uma injeção de material de biocompatibilidade é suficiente, mas a reabsorção biológica do material injetado é individual e não é previsível em cada caso. Regularmente, a duração da voz masculina dura alguns anos e, em qualquer caso, esta operação é perfeitamente repetível. 

 

 

Cirurgia de Feminização da Voz

          Ter uma voz feminina com um som natural é importante para concluir a cirurgia de redesignação sexual para mulheres trans. Após a cirurgia de feminilização da voz, nossas fonoaudiólogas, Srinakorn Prohmtong e Sirirat Prayoonperaput, guiam você para sua nova voz que definirá sua identidade.

 

Ms. Srinakorn Prohmtong Ms. Sirirat Prayoonperaputcan
Speech and Voice Therapist Speech and Voice Therapist
   

 

   
          

 

A terapia de voz para mulher trans é terapia de voz para feminizar a voz. O treinamento de voz para mulher trans ajudará a paciente a se comunicar naturalmente com uma voz autêntica, fiel à sua identidade de gênero. Aprende-se como desenvolver uma voz feminina a partir do básico de frequência e do tom com facilidade. A postura, o comportamento e a expressão facial também são importantes. Os fonoaudiólogos ajudarão a controlar a voz em aspectos cruciais, como respiração, ressonância, entonação e a combinação desses aspectos com a voz feminina natural.

A terapia pode começar antes e após a cirurgia para obter o melhor resultado, apenas 10 minutos por dia.

 

Terapia da fala da feminização da voz

          A terapia da fala da feminização da voz é um tratamento para refinar a voz, tornando-a mais feminina. O tratamento deve ser feito antes e após a cirurgia de feminização da voz para fornecer controle da fala sem esforço. Antes da cirurgia de feminização da voz, a voz deve ser avaliada e ajustada para permitir que se tenha uma fala adequada. Após a cirurgia de feminização da voz, a paciente terá que aprender a feminizar sua voz e a falar sem esforço. Este programa é fornecido por uma fonoaudióloga especializada e qualificada, incluindo várias sessões de prática até se concluir todos os aspectos da terapia de feminização da voz, sob a orientação de nossas fonoaudiólogas. Praticar sem orientação do especialista pode resultar em edema das suas cordas vocais e causar falha no nosso programa de treinamento.

 

Programa de treinamento de feminização de voz @ Kamol Cosmetic Hospital

          Antes de uma cirurgia de feminização da voz, a voz e a fala serão avaliadas pela nossa fonoaudióloga, de preferência cerca de uma semana antes da cirurgia. Nossa fonoaudióloga a ajudará a ajustar a voz e a falar com o mínimo esforço como uma sessão de preparação antes da cirurgia.

          Após a cirurgia de feminização da voz, será agendada uma sessão com a fonoaudióloga para avaliar a função das cordas vocais e ajudá-la a falar de maneira saudável. Esta sessão seria realizada na segunda e quarta semana após a cirurgia. A paciente receberá exercícios diários de voz como lição de casa para obter o melhor resultado. Posteriormente, reuniões mensais de acompanhamento on-line com nossa fonoaudióloga podem ser agendadas via Skype. Dessa forma, a paciente poderá obter a análise de voz em casa ou onde for mais conveniente. Cada reunião deve durar cerca de uma hora



Cirurgia de Feminização de Voz Contorno Facial Antes e Depois




CONTACT US
Consultations Daily : 08:30-18:00
Request a consultation